Murano & Burano

Do paraíso do vidro ao mundo encantado das cores!

 

 

A 3ª cidade escolhida nesta nossa aventura por terras Italianas foi Veneza.

Todas tínhamos curiosidade em visitar, pois as fotos que vimos no Pinterest (por falar nisso, podes ir visitar a nossa conta e seguir-nos, eheh) falavam por si, principalmente as das ilhas de Murano e Burano. 

A primeira é conhecida pelo seu famoso vidro de Murano e a última pelas suas casas coloridas.

Adquirimos o “Venezia Única - City Pass”, que deu imenso jeito, uma vez que dá para utilizar em todos os vaporettos e usares as vezes que quiseres.

Custou 28€ e chegou perfeitamente para o tempo que estivemos, pois deu para todas as nossas voltas incluíndo a viagem até Murano e Burano.

Quem pretende apenas visitar estas ilhas pode comprar só a viagem para Murano e depois Burano.

Como estávamos hospedadas em Veneza, acordámos cedo e fomos apanhar o Vaporetto. A viagem foi super rápida comparada com o tempo que estivemos à espera ahahah.

Tenta ir cedo, existe imensa gente à procura destas ilhas e os barcos enchem rápido, por isso o tempo de espera pode ser bastante longo (tipo 2h, como nós!).

Como chegar a Murano?

É muito simples! Basta apanhares o Vaporetto em Santa Lucia, acredita que mal lá chegues, vais perceber que estás no sítio certo pois vais ver um grande aglomerado de pessoas.

Se conseguires ir para a parte de trás do Vaporetoo, aproveita, não te vais arrepender, é uma viagem incrível.

O que fazer em Murano?

 

Esta ilha é conhecida pelas suas produções de vidro soprado. Cresceu imenso como indústria de vidro e chegou a ser a maior produtora de vidro da Europa.

 

Mal saímos do barco, na estação de Colonna, havia um senhor muito amável a indicar onde ficava situada a fábrica de vidro Vetreria Murano Arte. 

A visita foi gratuita, pois fomos de manhã e de tarde já se pagava.

Seguimos as indicações e aí que encontramos mais uma fila! Desta vez para entrarmos dentro da fábrica. Enquanto esperávamos tirávamos umas fotos.

 

A fábrica tem uma espécie de auditório improvisado, no qual um Guia explica , em várias línguas, a história da fábrica, como é o processo de fabrico do vidro e de algumas peças em específico.

Também aqui, tens a oportunidade de ver os funcionários a produzirem diferentes peças e as várias etapas de produção das mesmas.

Após assistir a esta demonstração fomos para a loja da fábrica onde podem comprar vários artigos feitos aqui. As peças são caras! Mas era época de saldos e deu para comprar uns recuerdos :P

 Onde comer?

Recuerdos comprados, objetivo cumprido (que era ver a fábrica de vidro), e cheias de fome fomos procurar comida.

 

E adivinhem qual foi o nosso almoço?

 

P-I-Z-Z-A

 

Pizza take away. Arranjar o que comer não é difícil, o difícil é resistir às pizzas caseiras a preços baixos, isso sim!

Mas existem por lá outros restaurantes, com comida típica, no entanto, o tempo passava e nós queríamos ver mais uma ilha, Burano. Por isso recorremos ao "fast food" italiano ahahah.

A todos aqueles que tencionam ir para Itália e manter toda uma alimentação saudável, deixamos aqui o nosso melhor conselho:

ABORTEM MISSÃO!

Burano

A ilha Arco-íris 

(Este foi o local preferido da Mónica e da Soraia durante a nossa passagem por Itália)

 

 

Como chegar?

A deslocação entre Murano e Burano é feita, mais uma vez de Vaporetto na estação de Faro Murano.
E tal como aconteceu em Veneza, encontrámos outra fila enormeee... (deu para ir ao wc, comer e ver lojas) para terem uma noção. 

Finalmente chegámos a Burano e "Whaaaaaaaaat? O que é isto?"

Reza a lenda, que os pescadores decidiram pintar as suas casas com cores vivas, para que no regresso as conseguissem identificar mais facilmente, no meio da névoa que por vezes ali se instala.

 

Resultado:

É uma ilha cheia de cor!

(neste post temos autorização em abusar das cores, desculpem)

Para além das suas casas coloridas e catitas, Burano é também famosa pela sua renda, apesar de ser menos usual, ainda se conseguem encontrar mulheres que continuam esta tradição secular.

 

Mas o melhor mesmo e levas mais um conselho das amigas é:

Limpa a memória da tua máquina/ tablet/ telemóvel, pois vais enchê-la só com fotografias desta ilha encantadora.​​

 

 

 

A melhor forma de conhecer Burano é perderes-te pelas ruas coloridas desta ilha Arco-Íris!

Se fores a Veneza não deixes de visitar estas ilhas cheias de cultura. Tira um dia inteiro para as visitar e beber um copo de vinho à beira de um dos seus canais e claro, ouvir música :)

Boas Viagens!

E Nunca Parem Quietos :)

(galeria de fotos)

Veijinho

Reserva connosco:

#TravelBloggersPT

Blog mais votado pelo público

  • Vimeo - Grey Circle
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • Pinterest - Grey Circle

Inquieta-te connosco no Instagram

31 Outubro 2017 © Nunca Paras Quieta

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon