Consulta do Viajante

Atualizado: 19 de Jul de 2018



Como viajantes que somos preocupamos-nos com os cuidados necessários a ter, um deles viajarmos em segurança, principalmente no que toca à nossa saúde.


Está nos nossos planos explorar o mundo e achámos que seria importante saber as medidas que devíamos de tomar antes de partir à aventura, até porque somos umas sortudas e nunca nos acontece nada... (Só que não!) ahahhah somos das mais trapalhonas acredita.


Fomos até ao Hospital Garcia de Orta em Almada tirar as nossas dúvidas com a Enf. Rita Nóbrega, que é uma das responsáveis destas consultas no Serviço das Consultas Externas.



O que é a consulta do viajante?


É uma consulta dedicada a quem viaja para fora da Europa, principalmente se viajam com crianças ou idosos.

São consultas realizadas por médicos e enfermeiros especialistas em doenças infecciosas e em medicina tropical.


Para que servem estas consultas?


- Avaliam a tua condição de saúde antes da viagem, principalmente para as crianças, idosos, grávidas e pessoas com doenças crónicas;

- Dizem-te quais as medidas preventivas que deves ter antes, durante e após a tua viagem;

- Vacinam-te contra possíveis doenças que se possam contrair no destino;

- Passam-te o certificado internacional;

- No teu regresso, se necessário, prestam cuidados médicos e diagnosticam o teu problema;



Mas, existem vacinas obrigatórias?


Isso depende muito do teu destino, das atividades que vais fazer e da duração da tua viagem (daí existir esta consulta).

Porém o Regulamente Sanitário Internacional estipula que apenas existe uma vacina que pode ser exigida aos viajantes, que é a vacina contra a febre amarela.



Quanto tempo antes da viagem devemos ter a consulta?


Deves marcar a consulta entre 4 a 8 semanas antes da tua partida, poderá ser necessário administrar medicação com algum tempo de antecedência, ou outros procedimentos.



Qualquer Hospital tem o serviço de Consulta do Viajante?


Existem alguns hospitais que fornecem este serviço e existem também centros de vacinação internacionais espalhados de Norte a Sul do país.

Basta consultar o site do Serviço Nacional de Saúde para saberes onde existem e os seus horários.



Para quem não vai sair da Europa que cuidados devemos ter?


Primeiro que tudo deves fazer o teu Cartão Europeu de Saúde e nunca é demais um seguro de viagem para cobrir eventuais acidentes que possam haver.

Podes e deves também, ter contigo um Kit de primeiros socorros, com o básico e essencial para ajudar em algumas situações, como pequenos cortes, dores de cabeça ou mesmo alguma comida que te possa dar a volta à barriga (como aconteceu na Tailândia com a nossa Catarina!)



O que deve conter o Kit primeiros socorros?


Deve ter pares de luvas descartáveis, pensos rápidos de vários tamanhos, compressas, ligaduras elásticas, soro fisiológico em pequenas doses, betadine, gel para picadas de insectos e queimaduras, replente de insectos, protector solar, toalhetes, um termómetro, comprimidos como paracetamol, ibuprofeno e imodium.

Noutras circusntâncias, mas que não deixam de ser importantes, preservativos e um par extra de lentes de contacto ou óculos.



Dúvidas tiradas, agora já sabes, viajar é óptimo! Mas viajar em segurança ainda melhor.

Consulta o site do SNS e descobre o hospital ou centro de vacinação internacional mais próximo de ti e marca a tua consulta, mas não te esqueças, com algum tempo de antecedência.













EMBAIXADORA:

Captura de ecrã 2020-05-26, às 18.28.33.
Captura de ecrã 2020-04-27, às 16.37.25.
Captura de ecrã 2020-05-26, às 18.20.18.

Blog mais votado pelo público

Blog Membro e Fundador

Copyright © 2020 Nunca Paras Quieta. All Rights Reserved